Drenagem linfática e suas pérolas parte 11

Burchell's Zebra

Olá caçadores de Pérolas!

Descobriram mais um benefício da drenagem. Veja só:

A pérola: A drenagem é excelente para estrias consigo eliminar pelo menos 60% só com drenagem.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk! Pausa pra sua risada!!! Pelo amor de DEUS, não é possível que isso seja verdade. Por favor me ensina essa sua drenagem aí porque a que eu conheço não faz PN para estrias…  rsrsrsrsr Pena que não fui eu quem ouviu,  juro estou curiosíssima para saber como ela consegue tal proeza.

Vamos a explicação:

As estrias são lesões cutâneas lineares, atróficas, bem definidas e secundárias a alterações do tecido conjuntivo  e sugerem correlação entre perda da capacidade de síntese dos fibroblastos e alteração na estrutura do tecido conjuntivo, do colágeno,da  elastina e das fibras de fibrilinas, comredução significativa na estria comparada com a pele normal (Maia et al, 2009; Vienet et al, 2005). Alguém viu algum benefício que a drenagem pode ter aqui pelo amor de DEUS?

Vamos relembrar o que é drenagem…

Segundo Leduc (2002), a DLM drena os líquidos excedentes que banham as células, mantendo assim, o equilíbrio hídrico dos espaços intersticiais. Também é responsável pela evacuação dos dejetos provenientes do metabolismo celular.

A movimentação da linfa dentro do sistema linfático depende da pressão desse líquido, das valvas presentes nos vasos, da contração da parede desses vasos, da contração muscular, dos batimentos cardíacos entre outros fatores. A drenagem linfática manual é uma das técnicas que pode aumentar a velocidade do fluxo linfático. (LEDUC, 2000)

Para piorar ainda mais a situação ela ainda fala em porcentagem… baseada em que ela fala isso? Como garantir melhora em % para os clientes?

Por favor pessoal, vamos estudar um pouco… será que alguém pode por favor mostrar o blog pra ela? rsrsrsrsr

Vou ali fazer uma drenagem numa zebra pra ver se ela fica lisa e já volto!!!

Até a próxima pessoal!!!

Referências:

Maia M, Marçon CR, Rodrigues SB. Estrias de distensão na gravidez: fatores de risco em primíparas. An Bras Dermatol. 2009;84(6):599-605

Viennet C, Bride J, Armbruster V, Aubin F, Gabiot AC, Gharbi T, et al. Contractile forces generated by striae distensae fibroblasts embedded in collagen lattices. Arch Dermatol Res. 2005;297:10-17

Anúncios

Avaliação e suas pérolas

Doctor examining a woman's face marked for a facelift

Olá caçadores de pérolas!

Bem-vindos a uma pérola muito divertida. Infelizmente já ouvi isso de diversos profissionais e de PALESTRANTES em eventos…

A pérola: você deve primeiro de tudo fazer uma boa ANAMNÉSIA do seu cliente.

kkkkkkkkkkk Aí você deve pensar? Caramba, Mariana, a pessoa estava nervosa, se confundiu… Não, não… falou mais de 30 vezes a mesma coisa e em outros momentos também…

Vamos explicar como se fala:

ANAMNESE, repetindo A- N-A-M-N-E-S-E!

A pessoa deve ter tido uma AMNÉSIA (def: diminuição ou perda de memória) nas 350 mil vezes que falou errado rsrsrsr mas vamos pensar pelo lado bom, pelo menos outras pessoas vão aprender o jeito correto de falar aqui no blog…

ANAMNESE (do grego ana, trazer de novo e mnesis, memória, recordação) é uma entrevista realizada pelo profissional de saúde ao seu  paciente, que tem a intenção de ser um ponto inicial no diagnóstico de uma  doença ou patologia. (BATES, 2005)

Para Epstein (2004), é o conjunto de informações obtidas pelo profissional em uma entrevista previamente esquematizada.

A anamnese,  o procedimento mais sofisticado da medicina, é uma técnica de investigação extraordinária, pois em pouquíssimas outras formas de pesquisa o objeto de estudo fala”. Alvan Feinstein (1926-2001)

Quais os elementos de uma anamnese?

Identificação (ID)
Queixa e duração (QD)
História pregressa da moléstia atual (HPMA)
Interrogatório complementar (IC)
Interrogatório sobre os diversos aparelhos (ISDA)
Antecedentes pessoais (AP)
Antecedentes familiares (AF)
História profissional-ocupacional
História sócio-econômica
História espiritual/cultura (em alguns casos)

Quais os tipos de perguntas devem ser feitas?

As perguntas a serem feitas ao pacientes dividem-se em 3 tipos: abertas, focadas e fechadas.

  • Perguntas Abertas – As do tipo abertas devem ser feitas de tal maneira que o paciente se sinta livre para expressar-se, sem que haja nenhum tipo de restrição. Ex: “O que o sr. está sentindo?” na estética: o que te trouxe aqui hoje?
  • Perguntas Focadas – As focadas são tipos de perguntas abertas, porém sobre um assunto específico, ou seja, o paciente deve sentir-se à vontade para falar, porém agora sob um determinado tema ou sintoma apenas. Ex: “Qual parte dói mais? “. Na estética: o que mais te incomoda? Qual alteração estética?
  • Perguntas Fechadas – As perguntas fechadas servem para que o entrevistador complemente o que o paciente ainda não falou, com questões diretas de interesse específico. Ex: “A perna dói quando o sr. anda ou quando o sr. está parado?”. Estética: o edema é maior de manhã ou a noite?

Enfim, isso é só para terem uma ideia de como é complexa a avaliação de um cliente de estética. Mais para frente teremos um outro post sobre esse tema que gera muuuitas pérolas. Aguardem!!!

Gostou? Aprendeu? Não vai mais falar anamnésia? nem ter amnésia né? rsrsrsr

Até a próxima…

Referencias

BATES, B. Propedêutica Médica. 8a ed. Guanabara Koogan, 2005

BARROS, Alba Lucia Bottura Leite de & cols. Anamnese e Exame Físico. Ed. Artmed, Porto Alegre, 2000

EPSTEIN, O.; et al. Exame Clínico. 3ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

BAUMANN, L. Pele Saudável: a fórmula perfeita para o seu tipo de pele. Editora Campus, 2007

Cosmetologia e suas pérolas parte 2

Heartbeat and Skeleton

Olá Caçadores de Pérolas!

Você deve estar se perguntando porque uma foto dessas para uma pérola de cosmetologia? Simples, porque a pessoa se superou!!! Vejam só o que uma revendedora de um cosmético teve a capacidade de me dizer para me convencer a comprar seu produto:

A pérola:  Nosso produto é tão bom e acelera tanto o metabolismo que ele é contra-indicado para quem usa marca-passo!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ! Calma que ela ainda complementou:

Pode confiar com ele sua cliente vai emagrecer! Não existe nada melhor no mercado!

EXTRA, EXTRA, EXTRA! Todos os cirurgiões plásticos e nutricionistas e esteticistas estarão desempregados a partir de amanhã!  As Academias do mundo fecharão suas portas. O que será de nós, Meu Deus!! Ainda bem que tratamos outras disfunções estéticas.

VAMOS COMEMORAR, É O FIM DA OBESIDADE NO MUNDO! MANDE PARA OS EUA ESSA FÓRMULA!!! MAS SE VOCÊ USA MARCA PASSO MEU AMIGO, ME DESCULPE, VOCÊ ESTÁ FORA E VAI MORRER OBESO…. rsrsrsrsr

Mas cuidado, se você não remover o produto, você vai encontrar só o esqueleto da sua cliente na maca…

Fala sério, pessoal! Eu estou treinando a arte de controlar o riso… já melhorei muito , mas sabe quando a boca fica querendo sorrir, aquela puxadinha de canto… não deu… soltei uma gargalhada e disse: minha querida, sei que você está aqui para vender seu produto, mas não subestime minha inteligência…não quero discutir com você mas não diga mais isso…use outros argumentos pq com esse aí a senhorita jogou no abismo a última chance que tinha de me fazer comprar esse produto.

E ela ainda ficou me olhando com cara de ué… rsrsrs sem palavras. Vamos explicar para a colega o porque um cosmético não faz isso:

O que é um marca- passo?

Marca passo é um aparelho que é implantado em portadores de diversas doenças do coração e tem a função de observar e corrigir os defeitos do ritmo cardíaco. Isto significa que o aparelho estará pronto para aumentar ou diminuir o ritmo do coração. (Pachon, 1990)

O marca-passo é um pequeno e leve dispositivo para estimulação elétrica que consiste em um gerador de pulsos e eletrodos. O gerador elétrico é composto por um circuito eletrônico miniaturizado e uma bateria compacta. O marca-passo é capaz de perceber a atividade cardíaca, e, quando não há nenhuma pulsação natural, libera um impulso elétrico que leva a contração do músculo cardíaco. O marca-passo é ligado ao coração através de eletrodos (fios que comunicam o gerador ao coração). É através desse fio que os sinais elétricos são transportados do e para o coração. (Brasil, 2000)

Há dois tipos de marca-passo:

  1. Marca-passo câmara única – o eletrodo é colocado no ventrículo direito (parte inferior do coração);
  2. Marca-passo câmara dupla – são colocados dois eletrodos, um no átrio e outro no ventrículo direito

Doenças ou mesmo o processo de envelhecimento, podem perturbar o ritmo normal do coração, fazendo com que o coração bata de forma irregular e/ou lenta (bradicardia), levando a sintomas como vertigens, sensação de fraqueza, cansaço e desmaios. O marca-passo pode dar ao coração o suporte necessário para aliviar ou abolir esses sintomas permitindo ao paciente maior segurança para realizar todas as suas atividades diárias. (COSTA, 1986)

Não há limitação de  atividades.  O portador pode nadar, andar, correr, dirigir carros, trabalhar, viajar, pescar, ter atividade sexual, jogar tênis, vôlei ou golfe, enfim fazer tudo o que você fazia antes sem nenhuma restrição, respeitando os primeiros 90 dias de cuidados pós-operatórios. (COSTA, 1986, Pachon, 1990, Brasil, 2000)

Diversos equipamentos podem interferir no funcionamento do marca-passo como colchão magnético, equipamentos de eletroterapia, forno de microondas, aparelhos que produzem vibração,detectores de metais em aeroportos entre outros (INCOR)

Atividades que promovam vasodilatação sistêmica importantes como a sauna embora não interfiram diretamente nos marcapassos, dependendo do tipo do modo de estimulação, evoluir com sintomas de baixo débito. Isso não deve ser interpretado como interferência no marcapasso, mas como uma inadequada resposta cronotrópica frente a uma solicitação metabólica exacerbada. Aqui ele fala em sauna prolongada, aumento de temperatura excessivo e por muito tempo, veja que até atividades físicas, que aumentam o metabolismo não são contra indicadas!!!

Como viram, é impossível um cosmético interferir no funcionamento do marca passo. Ainda que seja um super,blaster, power produto não há como um cosmético interferir no funcionamento elétrico de um equipamento.  Ou seja, a colega disse uma baita pérola, eu não comprei o produto e se ela continuar a  falar essas bobagens, mais de mil pessoas (os seguidores do blog) também não comprarão… rsrsrsrrs

Gostou? Se divertiu? Aprendeu? Mande sua pérola e venha aprender conosco!

Vou ali mergulhar num tanque desse produto e virar um esqueleto e se sobreviver, eu volto rsrsrs

Até a próxima!

Para mais informações sobre o que pode interferir no marca passo entre no link abaixo:

http://www.incor.usp.br/marcapasso/orientacao_mp.html

Referencias

Páchon Mateos JC. Marcapasso cardíaco provisório: indicações e procedimentos. Rev BrasMarcapasso e Arritmia 1990; 3(3):94;

COSTA, R.; MOREIRA, L. F. P.; MARTINELLI FILHO, M., et al. – Marca-passo Atrioventricular Universal. Critérios de Indicação e Benefícios. Arq. Bras. Cardiol., 46:225-30,1986

Brasil VV, da Cruz DALM. Alterações nos Hábitos de Vida Relatadas por Portadores de Marcapasso Definitivo. Reblampa 2000;13(2):97-113.

Flacidez muscular e suas pérolas

Woodruff jelly

Olá Caçadores de Pérolas!

A pérola de hoje foi enviada por uma seguidora do blog do Maranhão!  Sim, temos seguidores no Brasil todo!!! Viva!!!

A moça avaliando a cliente:

A Pérola: Nossa, vocês está  mole, seus  músculos estão fracos devido a lesões nas fibras de colágeno! Vou te indicar corrente russa!

What? Mole é p….. eu responderia para ela kkkkkkk. Quanta qualidade na avaliação, fico impressionada com os termos técnicos.Ainda que a cliente estivesse flácida, falar mole é o que há né? Para tudo que eu quero descer!! Só rindo mesmo… imagina a cara da cliente… saiu de lá e cortou os pulsos, né?

Como ela pode dizer que os músculos estão fracos por lesões no colágeno? Alguém dá um livro de anatomia e fisiologia pra ela por favor? Pelo menos ela soube indicar a corrente,né?

Vamos lá:

No envelhecimento fisiológico, observamos perda de massa muscular esquelética de forma progressiva e contínua que vai sendo substituída por tecido adiposo. A flacidez muscular tem como principal causa o sedentarismo, falta de exercício físico e alimentação inadequada. (SCOOT, 1998)

A flacidez muscular acontece quando os músculos estão pouco tonificados. (guirro, 2002)

A flacidez muscular refere-se à diminuição do tônus muscular, estando o músculo pouco consistente. Os músculos ficam flácidos principalmente por causa da falta de exercícios físicos. Se eles não são solicitados, as fibras musculares ficam hipotrofiadas e flácida. (Borges, 2006)

A estimulação dos músculos esqueléticos, proporciona uma hipertrofia que é resultado de estímulos que contraem a musculatura intercalados por períodos de repouso. Estes estímulos, são aplicados em pontos estratégicos como regiões anteriores e posteriores, interno de coxas, abdômen, glúteos e braços com intensidade e frequências apropriadas. (Age, 2006)

A corrente russa, desde que foi apresentada por Kots, por volta de 1977, como um estimulador muscular elétrico para aumentar o ganho de força, evoluiu. Atualmente, pode oferecer frequência média de 2.000 a 10.000 Hz,  com pulso podendo variar de 50 a 250 microssegundos

De acordo com Villar et al. (1997), a estimulação elétrica é uma técnica  utilizada para reeducação muscular, retardamento da atrofia, inibição temporária de espasticidade, redução de contraturas e edemas, sendo útil, também, para aumentar  a força muscular, em que unidades motoras maiores são recrutadas  preferencialmente. Muitos autores constataram através de biópsia muscular, pré e  pós tratamento com E.E. a hipertrofia da fibra muscular.

Como podem ver, a flacidez muscular, não tem nada a ver com lesões das fibras de colágeno. Sabemos que no envelhecimento as alterações das fibras de colágeno conferem um aspecto flácido para a pele e isso também gera um aspecto de flacidez, mas não é essa a causa da flacidez muscular, certo?

Gostou? Aprendeu? Se divertiu? Mande sua pérola! Venha aprender e se divertir conosco!

Vou ali comer gelatina para não ficar mole e já volto rsrsrsrs

Até a próxima!

Referencias

Agne, JE. Eletrotermoterapia: teoria e prática. Santa Maria: Orium, 2006

Borges FS. Dermato-funcional: modalidades terapêuticas nas disfunções estéticas. São Paulo: Phorte, 2006

Guirro E, Guirro R. Fisioterapia dermato-funcional: fundamentos, recursos, patologias. 3.ed. São Paulo: Manole, 2004

SCOTT O. Ativação dos nervos motores e sensitivos (em eletroterapia de Clayton Kitchen, S. e Bazin, S.) – 10ºEdição. Ed. Manole. 1ªEdição Brasileira. São Paulo – pp69; 73-74; 113-117. 1998

Drenagem e suas pérolas parte 10

Pregnant Woman Holding Ultrasound Image

Olá caçadores de Pérolas!

A coitada da drenagem não consegue escapar… essa é incrível. Fico impressionada onde pode chegar a criatividade humana. Pena que muitos não a usem da maneira adequada. Vamos a pérola:

A pérola: A drenagem linfática não pode ser feita na gestação pois ela elimina o líquido amniótico e o bebe morre sem água!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk respira kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Essa foi sensacional pessoal, fala sério? Quando você acha que já ouviu de tudo na sua vida vem a criatura e solta uma dessas… sem palavras, estou emocionada… não consigo nem comentar…

Será que essa criatura já leu ou soube de alguma mãezinha que a bolsa estourou e o bebê nasceu umas 3 a 6 horas depois morto porque nao tinha mais água? Essa criatura não sabe PN de drenagem e de partos, nem histórias de vós, tias, mães ela não ouviu né?

Vamos por partes:

Segundo Leduc (2002), a DLM drena os líquidos excedentes que banham as células, mantendo assim, o equilíbrio hídrico dos espaços intersticiais. Também é responsável pela evacuação dos dejetos provenientes do metabolismo celular. Cita ainda que é uma excelente tecnica para retenção hídrica, patologias com desequilíbrio hídrico,  fibro edema geloide e edemas.

Para Godoy (2004) na drenagem linfática se facilita a drenagem da linfa, assim auxilia-se a mesma a entrar dentro dos vasos linfáticos e ser transportada de maneira mais ágil. Conclui que o objetivo da drenagem linfática é gerar diferenciais de pressão para promover o deslocamento da linfa e do fluido intersticial visando sua recolocação na corrente sanguínea.

A gravidez é um período de intensas transformações físicas, fisiológicas e emocionais. As mudanças hormonais são consideradas a principal causadora dessas transformações, sem esquecer, é claro, também que o volume total de sangue aumenta, sendo maior o fluxo sanguíneo para o útero e para os rins e que o crescimento do feto causa ampliação e deslocamento do útero. Há ainda o aumento de peso corporal e mudanças adaptáveis no centro de gravidade e postura.

Essas alterações trazem muitas conseqüências ao corpo materno, em muitas vezes prejudicando-a tanto na questão de saúde como também na estética, pois nessa fase as mães passam por muitos conflitos psicológicos (medos, ansiedades,
traumas, depressões, baixa estima) (FISHER, 2000;  BARACHO, 2002).

Segundo Porter (2005), neste período pode-se atuar no tratamento e prevenção dessas alterações através de drenagem linfática, técnicas para controle da dor e disfunção pélvica, disfunções articulares, reeducação muscular, orientações posturais nos casos de síndromes de compressão nervosa, aconselhamento, postura, orientação e exercícios em geral.

A drenagem linfática é um dos tratamentos mais indicados para a gestante, ela ajuda a reduzir a retenção de líquido no corpo, a melhora da oxigenação das células musculares e a diminuição dos inchaços típicos da gravidez, que aparecem principalmente no primeiro e no último trimestre. A drenagem ativa a circulação, que fica mais lenta por causa do aumento de sangue no corpo da gestante sem falar no aumento do peso (POLDEN, 1997).

O inchaço causado pela retenção de líquidos também é uma das maiores queixas das gestantes. E  para aliviar essa sensação, a drenagem linfática é uma alternativa indicada. Ela pode ser feita a partir do primeiro mês da gestação, desde que seja feita por um profissional especializado (OLIVEIRA, 2010).

O que é líquido amniótico?

O líquido amniótico tem grande importância no crescimento, no desenvolvimento e nas funções fetais, permitindo o deslizamento das partes fetais entre si e entre o feto e as membranas, favorecendo o desenvolvimento dos sistemas locomotor e respiratório. É o fludoi que envolve o embrião, preenchendo a bolsa amniotica.  Além disso, o líquido amniótico protege o feto contra traumas, pois ao equalizar as forças aplicadas ao conteúdo uterino funciona como um perfeito amortecedor natural. Ele é formado pela reabsorção através das membranas corioamnióticas, exsudato alveolar, urina fetal e pelas trocas fetais. (Costa, 2005)

Como vocês podem ver a drenagem não retira líquido nenhum de dentro do útero da futura mamãe, pode e deve ser indicada para toda gestante que tenha recebido autorização de seu obstetra para realizá-la. Caso a gestante apresente problemas em relação a quantidade de líquido amniótico (que pode estar em excesso ou em falta) o médico responsável que irá determinar se ela pode ou não fazer a técnica e com que frequencia a mesma deve ser feita, mas em situações normais a drenagem é extremamente válida e indicada!

Gostou? Se divertiu? Aprendeu?

Mande sua pérola e venha aprender conosco!

Até a próxima!

 

Referencias

PORTER, Stuart. Fisioterapia de Tidy. 13. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

POLDEN, Margareth. MANTLE, Jill. Fisioterapia em ginecologiae obstetrícia. São Paulo: Santos, 1997.

FISCHER, Bruno. Alterações fisiológicas durante a gestação.[S.L:s.n]. Disponível em: < http://www.saudeemmovimento.com.br.

BARACHO, Elza. Fisioterapia aplicada à obstetrícia: aspectosde ginecologia e neonatologia. 3.ed. Rio de Janeiro: MEDSI. 2002

Ostergard DR. The physiology and clinical importance of amniotic fluid. A review. Obstet Gynecol Surv 1970;25:297–319

COSTA, Fabrício da Silva; CUNHA, Sérgio Pereira da; BEREZOWSKI, Aderson Tadeu. Avaliação prospectiva do índice de líquido amniótico em gestações normais e complicadas. Radiol Bras,  São Paulo ,  v. 38, n. 5, Sept.  2005

OLIVEIRA N. Drenagem Linfática manual aplicada em gestante. 2010.

Celulite (F.E.G) e suas pérolas parte 2

 

Woman in dress holding suitcase at train station, waving hand

Olá Caçadores de pérolas!

Mais uma pérola relacionada a celulite!

A pérola: Diga Adeus e elimine suas celulites em 5 sessões de endermologia.

WHAT?  que endermo é esse que não conheço… preciso me despedir das minhas também!! afffffffffffff o povo quer me matar não é possível!

Duas pérolas em uma… vamos por partes:

Primeiro que dizer adeus para sua celulite, só se você estiver afim de dar também bom dia, boa tarde,  feliz páscoa, feliz  natal, feliz ano novo… kkkkkkkkkk Adeus é uma palavra muito forte.

Segundo nosso amigo dicionário, popularmente conhecido como Pai dos Burros, aí vai a definição:

ADEUS: ir com deus, dar tchau, despedir-se. Mas seu significado é muito mais do que isso… é como se a pessoa não fosse voltar mais. Dar o último Adeus…

Eliminar também é forte veja:

ELIMINAR: excluir, expulsar do organismo, suprimir, fazer sair.

E terceiro que conseguir isso em 5 sessões de tratamentos estéticos é praticamente impossível! O que será que ela faz? Milagres? Traz o amor perdido em 5 sessões também? AAAAAAAAAAAAAAA quero morrer quando ouço e vejo essas coisas…

Vamos relembrar o que é fibro edema gelóide:

De acordo com Guirro (2002), histologicamente afirma-se que o fibro edema gelóide é uma infiltração edematosa do tecido conjuntivo subcutâneo, sem origem inflamatória, seguida de polimerização da substância fundamental que, infiltrando-se nas tramas, produz uma reação fibrótica consecutiva.

Segundo SORIANO, PÉREZ e BAQUÉZ (2000), o fibro edema gelóide possui quatro distintos estágios: congestão, infiltração, fibrose e esclerose.

·Congestão: Caracteriza-se pela diminuição da microcirculação venosa e linfática, onde os vasos se dilatam e o sangue permanece alojado mais tempo que o habitual.

·Infiltração: A estase venosa e a vasodilatação tornam a parede dos vasos venosos e linfáticos mais permeáveis, deixando sair um líquido rico em sódio e mucopolissacarídeos para o exterior.

·Fibrosa: Devido à estase circulatória, ocorre uma transformação do líquido seroso em uma substância gelóide.

·Esclerose: Proliferação da substância fibrosa na derme e hipoderme e organização de fibrilas túrgidas. Formam-se redes que englobam células adiposas, vasos venosos, linfáticos e nervos, dificultando as trocas nutricionais.

Por se tratar de uma afecção multifatorial, para que o seu tratamento obtenha bons resultados é necessária uma
avaliação detalhada, envolvendo toda a propedêutica da anamnese e do exame físico. Num enfoque global, os tratamentos para esta condição clínica compreendem medidas higiênico-dietéticas, terapias manuais, recursos eletroterápicos, aplicação de cosméticos e em alguns casos até procedimentos cirúrgicos como a subcisão.

Sabemos que o endermo é um aparelho muito bom, já falamos dele aqui no blog. Quer saber mais clique aqui endermo. Mas ai falar que 5 sessões bastam, é um pouco demais… sejamos mais coerentes e realistas, por favor…

Dizer Adeus e eliminar a celulite são palavras extremamente fortes. Deve-se evitar esse tipo de palavras ao se falar de tratamentos estéticos. Substitua por palavras como suavizar, melhorar, atenuar, dessa forma você não engana o seu cliente e não passa falsas expectativas em relação a tratamentos.

Gostou? Aprendeu?

Mande sua pérola e venha aprender conosco!

Vou ali dar um tchau básico para minhas celulites e já volto!

Até a próxima!

 

 

Referencias

UIRRO, E C de O.; GUIRRO, RR  de J. Fisioterapia em estética Fundamentos, recursos e patologias. 3a ed. Manole. São Paulo 2002.

SORIANO, PÉREZ Y BAQUÉZ. Eletro estética profissional aplicada, Barcelona: Editora Sorisa,2000,

SOUZA PINTO, E. B; REYES, M.F.C; JR, W. N. M.; MARTINEZ, Y. P. Os Pioneiros e a Evolução. In:SOUZA PINTO, E. B. Lipoaspiração superficial. Rio de Janeiro,RJ: Revinter. 1999. p. 1-4